quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Auto da barca

O Auto da Barca do Inferno de Gil Vicente é um texto, na minha opinião, muito divertido mas também muito complicado de entender, porque utiliza uma linguagem e expressões muito próprias daquela época, o português é arcaico.
Eu achei muito interessante a ideia de Gil Vicente criticar os vícios da sociedade, segundo o lema latino do «ridendo castigat mores» (a rir corrigem-se os costumes), uma boa ideia que resultou neste excelente texto bastante cómico.
Eu gostei de conhecer este autor e a obra.

Devora, 9ºB

Sem comentários:

Publicar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.